Empresas aliciam farmácias com promoções

Empresas aliciam farmácias com promoções.

Cada vez mais empresas de genéricos estão a desenvolver mega campanhas de descontos às farmácias de forma a ganhar espaço no mercado. No entanto, só uma minoria das farmácias reflecte os descontos no valor pago pelo utente, o que está previsto na lei, mesmo não sendo obrigatório, afirmam vários farmacêuticos. A MER, por exemplo, oferece embalagens e anunciou aos estabelecimentos que “chegaram novos low cost”.

De acordo com um folheto a que o DN teve acesso, a MER (marca da Generis), anunciou um conjunto de promoções. E quanto maior a quantidade, maior o “bónus”: “ao adquirir 50 embalagens, a MER oferece 100”, lê-se.

Os descontos estão previstos por lei desde Março de 2007 e em toda a cadeia do medicamento, desde o fabricante, ao retalhista e até ao utente. No entanto, poucas farmácias canalizam estes descontos para os compradores. Isto numa altura em que o presidente da Associação das Farmácias (ANF), João Cordeiro, insiste na troca de medicamentos prescritos por genéricos, por proporcionar “poupanças significativas aos utentes” (ver texto em baixo). Paulo Lilaia, da Associação Portuguesa de Medicamentos Genéricos (Apogen), refere que “faria sentido aumentar estes descontos para os utentes”. E reforça que a substituição de medicamentos prescritos sem autorização do médico é ilegal.

Fonte: Jornal Diário de Notícias de 08-04-2009