Infarmed alerta para embalagens falsificadas de cloroquina

Infarmed alerta para embalagens falsificadas de cloroquina - 

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. (Infarmed) emitiu uma circular informativa a alertar para a circulação de embalagens falsificadas de cloroquina, medicamento validado para a malária que tem sido usado na pandemia em doentes de covid-19.

O alerta partiu da Working Group of Enforcement Officers (WGEO), que reúne responsáveis das agências internacionais de regulação de medicamentos.

Esta divulgou um alerta referente ao “produto Chloroquine phosphate, 250 mg, tablet, com número de lote ilegível e prazo de validade 11/2022, fabricado por Brown & Burk Pharmaceuticals Limited, sito em Belgique – Bruxel”.

De acordo com o Infarmed “o mencionado fabricante não está autorizado pelas autoridades europeias (o único fabricante europeu com o nome Brown & Burk UK, Ltd. está localizado no Reino Unido e não na Bélgica) e a rotulagem apresenta um erro de ortografia (a palavra “Bruxel” em vez de “Bruxelles”). Assim, este produto foi classificado como falsificado”.

Tendo em conta esta situação, a Autoridade do Medicamento pede a todas as entidades para não comercializarem este produto e caso “o tenham adquirido e/ou tenham sido contactadas para o adquirir, devem proceder de imediato à sua segregação e comunicar ao Infarmed”.

 

Fonte: Site da "Netfarma.pt"  e autor em 15 de Abril de 2020