Valor do mercado dos medicamentos baixou 19% em Janeiro de 2011

O valor do mercado dos medicamentos em Portugal caiu 19% em Janeiro, face a igual mês de 2010, segundo dados da indústria farmacêutica.

"É um valor dramático, muito significativo. Vai ter impactos significativos ao nível do emprego e até do fecho de unidades e de farmácias", declarou o presidente da Associação da Indústria Farmacêutica (Apifarma) no final da sua audição hoje na comissão parlamentar de Saúde.

Segundo a indústria, no final de 2010 o valor do mercado do medicamento teve uma descida de 6,5%, o que corresponde a menos 4,8% de unidades vendidas.

Perante estes dados, o Bloco de Esquerda lembrou que os números do Estado e da Apifarma são diferentes, com o Ministério da Saúde a apontar para um acréscimo de 6,9% da despesa com medicamentos em 2010.

"Não estou a chamar mentiroso a ninguém, mas isto tem de ser explicado. Não pode haver dois números diferentes sobre a evolução do mesmo mercado", declarou.

A Apifarma salientou que até ao terceiro trimestre do ano passado, a factura do Serviço Nacional de Saúde (SNS) com medicamentos subiu, mas que a partir de Setembro inverteu-se essa tendência, devido em parte à redução das comparticipações nos genéricos.

Questionado pela deputada do CDS-PP Teresa Caeiro, Almeida Lopes revelou ainda os novos dados sobre a dívida do SNS à indústria.

Depois de ter descido de mil milhões de euros para 966 milhões em Dezembro, em Janeiro a dívida voltou novamente a crescer, totalizando 983 milhões de euros.

"O comportamento dos hospitais não é homogéneo, uns pagam e negoceiam atempadamente e são sempre os mesmos a fazê-lo. Outros são reiteradamente os que não pagam e são sempre os mesmos relapsos", comentou o responsável da indústria aos deputados.

Fontes: Agência"Lusa" e autor em 23 de Fevereiro de 2011